Feliz Natal!

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014
Uma mensagem de natal para vocês...

(imagem de um dos trabalhos do Kourtrivera)

O Natal costuma ser sempre uma ruidosa festa; entretanto se faz necessário o silêncio, para que se consiga ouvir a voz do Amor.
Natal é você, quando se dispõe, todos os dias, a renascer e deixar que Deus penetre em sua alma.
O pinheiro de Natal é você, quando com sua força, resiste aos ventos e dificuldades da vida.
Você é a decoração de Natal, quando suas virtudes são cores que enfeitam sua vida.
Você é o sino de Natal, quando chama, congrega, reúne.
A luz de Natal é você quando com uma vida de bondade, paciência, alegria e generosidade consegue ser luz a iluminar o caminho dos outros.
Você é o anjo do Natal quando consegue entoar e cantar sua mensagem de paz, justiça e de amor.
A estrela-guia do Natal é você, quando consegue levar alguém, ao encontro do Senhor.
Você será os Reis Magos quando conseguir dar, de presente, o melhor de si, indistintamente a todos.
A música de Natal é você, quando consegue também sua harmonia interior.
O presente de Natal é você, quando consegue comportar-se como verdadeiro amigo e irmão de qualquer ser humano.
O cartão de Natal é você, quando a bondade está escrita no gesto de amor, de suas mãos.
Você será os “votos de Feliz Natal” quando perdoar, restabelecendo de novo, a paz, mesmo a custo de seu próprio sacrifício.
A ceia de Natal é você, quando sacia de pão e esperança, qualquer carente ao seu lado.
Você é a noite de Natal quando consciente, humilde, longe de ruídos e de grandes celebrações, em silêncio recebe o Salvador do Mundo.
Um muito Feliz Natal a todos que procuram assemelhar-se com esse Natal.
Papa Francisco

Um grande abraço, Simone

ainda sobre mudanças...

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014
Li recentemente este texto sobre mudanças e compartilho agora com vocês:

"Mude. Mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade. Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa. Mais tarde, mude de mesa. Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa. Tome outros ônibus. Mude por uns tempos o estilo das roupas. Dê os teus sapatos velhos. Procure andar descalço alguns dias. Tire uma tarde inteira pra passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos. Veja o mundo de outras perspectivas. Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda. Durma do outro lado da cama... depois, procure dormir em outras camas. Assista a outros programas de TV, compre outros jornais... leia outros livros. Viva outros romances. Não faça do hábito um estilo de vida. Ame a novidade. Durma mais tarde. Durma mais cedo. Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua. Corrija a postura. Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias. Tente o novo todo dia, o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor, a nova vida. Tente. Busque novos amigos. Tente novos amores. Faça novas relações. Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida, compre pão em outra padaria. Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa. Escolha outro mercado... outra marca de sabonete, outro creme dental... tome banho em novos horários. Use canetas de outras cores Vá passear em outros lugares. Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes. Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escrevas outras poesias. Jogue fora os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores. Abra conta em outro banco. Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus. Mude. Lembre-se que a vida é uma só. E pense seriamente em arrumar um novo emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano. Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as. Seja criativo. E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino. Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude, de novo. Experimente outra vez. Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas. Mas não é isso o que importa. O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda! (Edson Marques)"


(Indaiatuba - imagem de João Fahl Jr.)

Um abraço, Simone

Mudanças...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014
Estou vivendo exatamente isso neste momento: estou de mudança! Estou de mudança para outra cidade... depois de 26 anos morando na mesma cidade (onde nasci a 38 anos atrás) estou de mudança para o interior de São Paulo - Indaiatuba - só que desta vez levando comigo marido, dois filhos e um cachorro!
Estou de mudança... confesso que esta palavra me assustava bastante, porém sempre me deixava motivada. Quando trabalhava na prefeitura de São Bernardo como professora não conseguia ficar muito tempo na mesma escola, chegava um dado momento que sentia uma necessidade enorme de mudar e viver coisas diferentes (mesmo que isso me deixasse exausta emocionalmente).
Houve um tempo também que falar em grandes mudanças gerava em mim muito medo... medo este que realmente me deixava doente (fiz terapia e recomendo!). 
Cheguei a conclusão que mudanças geram em mim sentimentos opostos (medo / motivação), porém estou em uma fase que estou abraçando mais a motivação e colocando no bolso o medo e me permitindo vivenciar tudo aquilo que a mudança pode me oferecer.
Como toda mudança de casa, uma séria de tarefas que nos deixam exaustos são necessárias (ainda mais quando a energia local é 220 e todos os seus eletrônicos são 110 rsrsrs), mas cada vez que vou até a minha nova casa temporária para organizá-la e deixá-la pronta para receber a mudança que chegará no dia 26 de dezembro, eu volto renovada de boas perspectivas para o que vem por aí...
Por isso estou desde novembro sumida daqui do blog, da fan page, das costurinhas... não dá pra dar conta de tudo... então tive que priorizar os assuntos mais urgentes. Neste último sábado participei o bazar Ógente e a partir de agora estarei de férias e volto somente em fevereiro a produzir novamente.
Estarei registrando minhas vivencias por aqui e será um prazer ter vocês comigo nesta nova etapa de nossas vidas.

(Indaiatuba - imagem de Rosangila R. Takemoto)


Pesquisando na internet uma imagem de Indaiatuba para compartilhar com vocês, encontrei esta que pertence ao acervo de um blog chamado Olhares de Indaiatuba. Coincidentemente é próximo de onde vou morar.

Desejo a todos uma linda semana!


Um abraço, Simone

Bazar Ógente - edição de natal - eu vou!!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014
Estarei lá apenas no dia 13 de dezembro - sábado, mas com muitas costurinhas feitas com muito carinho!
Anotem na agenda:

Dias 13 e 14 de dezembro, das 11h as 19h
Rua São Joaquim, 460 - 1º andar - Liberdade (a três quadras do metrô São Joaquim)
São Paulo

Espero vocês!

Um abraço, Simone



Porque hoje é sexta feira...

...  resolvi aparecer por aqui em meio ao caos que ando vivendo (depois eu conto sobre isso) para deixar um texto ótimo, já tinha lido, mas vale a pena ler de novo.

Desejo um lindo dia a todos.
Um abraço, Simone


Não deixe suas panelas brilharem mais do que você!!!!
Não leve a faxina ou o trabalho tão a sério!
Pense que a camada de pó vai proteger a madeira que está por baixo dela!
Uma casa só vai virar um lar quando você for capaz de escrever “Eu te amo” sobre os móveis!
Antigamente eu gastava no mínimo 8 horas por semana para manter tudo bem limpo, caso “alguém aparecesse para visitar” – mas depois descobri que ninguém passa “por acaso” para visitar – todos estão muito ocupados passeando, se divertindo e aproveitando a vida!
E agora, se alguém aparecer de repente?
Não tenho que explicar a situação da minha casa a ninguém…
…as pessoas não estão interessadas em saber o que eu fiquei fazendo o dia todo enquanto elas passeavam, se divertiam e aproveitavam a vida…
Caso você ainda não tenha percebido: A VIDA É CURTA… APROVEITE-A!!!
Tire o pó… se precisar…
Mas não seria melhor pintar um quadro ou escrever uma carta, dar um passeio ou visitar um amigo, assar um bolo e lamber a colher suja de massa, plantar e regar umas sementinhas?
Pese muito bem a diferença entre QUERER e PRECISAR !
Tire o pó… se precisar…
Mas você não terá muito tempo livre…
Para beber champanhe, nadar na praia (ou na piscina), escalar montanhas, brincar com os cachorros, ouvir música e ler livros, cultivar os amigos e aproveitar a vida!!!
Tire o pó… se precisar…
Mas a vida continua lá fora, o sol iluminando os olhos, o vento agitando os cabelos, um floco de neve, as gotas da chuva caindo mansamente….
- Pense bem, este dia não voltará jamais!!!
Tire o pó… se precisar…
mas não se esqueça que você vai envelhecer e muita coisa não será mais tão fácil de fazer como agora…
E quando você partir, como todos nós partiremos um dia, também vai virar pó!!!
Ninguém vai se lembrar de quantas contas você pagou, nem de sua casa tão limpinha, mas vão se lembrar de sua amizade, de sua alegria e do que você ensinou.
AFINAL:
“Não é o que você juntou, e sim o que você espalhou que reflete como você viveu a sua vida.”
(Autor desconhecido )


Bem-vindo dezembro!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Que tenhamos novos planos e muito entusiasmo para realizá-los!!

Um abraço, Simone

 

Baú de Sonhos Copyright © 2013 Design by Cali Criativa